Infinite Dreams - Maior fórum brasileiro do Maiden
Bem-Vindo ao fórum Infinite Dreams, o maior fórum brasleiro dedicado a banda Iron Maiden.
Caso você ainda não seja registrado no fórum registre-se, registrando-se você terá acesso livre a todas as áreas do fórum. Mas se você já estiver cadastrado no fórum efetue o login.



 
InícioP.O.R.T.A.LCalendárioFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 The Number Of The Beast

Ir em baixo 
AutorMensagem
Oman

avatar

Número de Mensagens : 11
Pontos : 3864
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/12/2007
Idade : 26
Localização : Manaus - AM

MensagemAssunto: The Number Of The Beast   Sex Dez 21, 2007 1:30 pm

The Number of the Beast





Músicas
1.Invaders
2.Children Of The Damned
3.The Prisoner
4.22 Acacia Avenue
5.The Number Of The Beast
6.Run To The Hills
7.Gangland
8.Total Eclipse
9.Hallowed Be Thy Name
Voltar ao Topo Ir em baixo
Oman

avatar

Número de Mensagens : 11
Pontos : 3864
Reputação : 0
Data de inscrição : 20/12/2007
Idade : 26
Localização : Manaus - AM

MensagemAssunto: Re: The Number Of The Beast   Sex Dez 21, 2007 1:57 pm

*EDITANDO.


1. Invaders


Invasores

Galeras foram avistadas
a evidencia de que uma guerra se iniciou
Muitos guerreiros nórdicos,
suas espadas e escudos brilham ao sol
Corram às armas defendam-se,
preparem-se para resistir e lutar por suas vidas
O dia do julgamento chegou
entao prepare-se, não corra,
defenda sua terra

Eles estão vindo do mar
Eles estão vindo, o inimigo
Sobre o sol brilhante
A batalha tem de ser vencida

Invasores... pilhando
Invasores... saqueando

Coloquem fogo nos campos
alertem os outros homens do interior
O aviso deve ser dado,
não existem homens suficientes aqui para resistir
Os vikings são muitos,
muito poderosos para nós sozinhos os enfrentarmos
Nós temos de ter reforços,
nós não podemos lutar esta batalha sozinhos

Eles estão vindo das colinas
Eles estão vindo para atacar
Eles estão vindo para a matança
Não existe como voltar

Invasores... lutando
Invasores... saqueando

Machados trituram e maças se chocam
enquanto guerreiros feridos caem ao chão
Membros decepados e cadáveres
sangrentos feridos fatalmente por todos os lados
O cheiro de morte e carne queimada,
a batalha caminha para o fim
Os saxões foram derrotados
pelos poderosos homens do norte

Melhor se separarem e correrem
A batalha foi perdida e não vencida
Vocês devem fugir
para lutar um outro dia

Invasores... estuprando
Invasores... saqueando





2. Children of The Damned


Crianças Condenadas

Ele está andando como uma pequena criança
Mas olhar os olhos dele queima você
Buracos negros em seu olhar dourado
Deus sabe que ele quer ir para casa
Filhos do almadiçoado

Ele está andando como um homem morto
Se ele tivesse vivido ele talvez nos tivesse
crucificado a todos
Agora ele está parado no último degrau
Ele esquece de tudo e acena a nós todos
Filhos do amaldiçoado

Agora que queima sua mão ele se vira para rir
Sorri enquanto a chama consome sua carne
Derretendo sua face que grita de dor
Arrancando a pele de seus olhos
Olhe ele morrer de acordo com o plano
Ele é poeira no chão, o que nós aprendemos?

Vocês são filhos do amaldiçoado
Suas costas estão contra a parede

Vocês vieram para a luz
Vocês são filhos do amaldiçoado
Como velas olhe-os queimar
Queimando na luz
Vocês irão queimar novamente hoje à noite
Vocês são filhos do amaldiçoado





3. The Prisoner


O Prisioneiro

Correndo, matar para comer
Você está faminto, morto embora de pé
Se tornando um animal
Faça o que quero e como peço

Corra, lute, respirar é difícil
Agora você me vê, agora não
Quebre as paredes, eu estou saindo

Um prisioneiro não, eu sou um homem livre
E meu sangue me pertence agora
Não importa onde estava o passado

Eu sei para onde estou indo... para fora
Se você me matar é defesa própria
Se eu te matar eu chamo isso de vingança
Cuspo no seu olho, eu desafio
Você vai estar com medo
quando eu chamar o seu nome

Eu não sou um número, eu sou um homem livre
Eu vou viver minha vida como eu quiser
Você deve me riscar do seu livro preto
Porque eu vou andar em circulos a sua volta





4. 22 Acacia Avenue

Se você está se sentindo por baixo, deprimido e sozinho
Eu conheço um lugar aonde podemos ir
Avenida Acacia 22, encontrar uma dama que conheço
Então se você está em busca de uns bons momentos
E você está preparado para pagar o preço
Quinze libras é tudo que ela pede em troca
Todo mundo tem seu vício

Se você está esperando por um longo tempo
os outros acabarem
Você pode dizer a ela que você me conhece
e talvez você leve de graça
Então toda vez que estiver no lado oeste
não hesite em ir
Você tem minha palavra de honra
Em troca ela vai te ensinar mais do que você pode
saber

Charlotte você não pode se afastar de toda essa
loucura?
Não consegue ver que isto só te traz loucura?
Quando você distrai seu homens
não sente o risco de pegar doenças?

Algum dia quando você chegar a idade de 40 anos
Aposto que você vai lamentar os dias do passado
Então ninguém mais vai querer saber
Você não terá mais coisas bonitas para mostrar

22, a avenida que é o lugar onde todos vamos
Você vai achar aconchegante lá dentro,
a luz vermelha brilhando à noite

Charlotte, não é hora de você parar com essa vida
louca?
Você nunca pensa nos tempos ruins?
Porque você tem de viver desta forma?
Você gosta de sua vida ou é pelo dinheiro?

Algumas vezes quando você passeia pela avenida
Seu jeito de andar faz os homens pensarem em tê-la
Quando você está andando pelas ruas
Todos param e se voltam para observar você

Bata nela, maltrate-a,
faça qualquer coisa que queira
Morda ela, excite-a,
faça-a ficar de joelhos
Abuse dela, use-a,
ela pode te dar tudo o que você quiser
Acaricie-a, moleste-a,
ela sempre faz o que você quer

Você está fugindo,
não percebe o que esta fazendo?
Não consegue ver que isto levará você à ruína?
Charlotte você teve a sua vida
e a desperdiçou
Você acredita nisso porque é o que tem ouvido
Sua vida é boa, não sabe que está machucando
Todas as pessoas que te amam, não os deixe de lado
Todos os homens que estão constantemente passando
ridículo
Não é vida para você, pare com toda essa maluquice
Você faz suas malas e você vem comigo





5. The Number of the Beast


O Número da Besta

"Maldito seja, Ó Terra e Mar,
O Demônio manda a besta com fúria,
porque ele sabe que o tempo é curto...
Deixe aquele que ousa tentar entender
o número da besta...
É um número humano,
seu número é seiscentos e sessenta e seis."

Saí sozinho, minha mente estava vazia
Eu precisava de tempo para pensar,
para tirar memórias de minha cabeça

O que eu vi? posso acreditar?
que o que vi naquela noite
era real e não apenas fantasia

Tudo o que vi nos meus velhos sonhos
eram os reflexos da minha pervertida
mente bem atrás de mim

Porque no meus sonhos, está sempre lá,
a face do demônio que bagunça
minha cabeça e me leva ao desespero

A noite era negra, não adiantava impedir
Pois eu só tinha de ver, alguém estava me observando
Na neblina figuras escuras se moviam e rodopiavam
Seria tudo isso de verdade ou algum tipo de inferno
666 o número da besta
Inferno e fogo foram gerados para serem liberados

Tochas brilhavam e cantos sagrados eram entoados
enquanto eles começavam a gritar,
mãos eram erguidas ao céu
Na noite
os fogos ardendo brilhantemente
O ritual tinha começado,
o trabalho de Satan está feito
666 o número da besta
Está tendo Sacrifício nesta noite

Isso não pode continuar, devo informar a lei
Será isto real ou algum louco sonho?
Mas me sinto atraído
pelas hordas demoníacas que cantam
Eles parecem me hipnotizar...
não consigo evitar seus olhos
666 o número da besta
666 aquele para você e eu

Eu estou voltando, eu retornarei
E eu irei possuir seu corpo e eu irei queimá-lo
Eu tenho o fogo, eu tenho a força
Eu tenho o poder de fazer o meu mal seguir seu curso





6. Run to the Hills


Corram para as Montanhas

O homem branco, veio pelo mar
nos trouxe dor e sofrimento
matou nossas tribos, matou nossas crenças
levaram nosso jogo com suas próprias regras
nós lutamos bravamente, nós lutamos bem
nas planícies , nós mandamos ver
mas vieram mais, demais para nós
será que algum dia estaremos livres?

galopando por nuvens de poeira e desertos inférteis
galopando bravamente pelas planícies
espantando os peles-vermelhas para seu lugar
lutando em seu próprio jogo
assassinato por liberdade uma punhalada nas costas
mulheres, crianças e covardes atacam

corram para as montanhas
corram para sobreviver
corram para as montanhas
corram para sobreviver

o soldado azul, nos desertos inférteis
caçando e matando no jogo
estuprando as mulheres e invalidando os homens
os únicos índios bons estão domados
vendendo uísque e levando o seu ouro
escravizando os mais jovens e matando os velhos

corram para as montanhas
corram para sobreviver
corram para as montanhas
corram para sobreviver
corram para as montanhas
corram para sobreviver
corram para as montanhas
corram para sobreviver
corram para as montanhas
corram para sobreviver
corram para as montanhas
corram para sobreviver

concebido em liberdade e dedicado à afirmação
de que todos os homens são criados iguais...
IGUAIS




7. Gangland


Gangland

Sombras podem esconder mas também podem ser sua
sepultura
Você está correndo hoje, talvez amanhã você será salvo

Você reza para que a luz do dia te salve por algum
tempo
Você se pergunta se seus filhos verão o sorriso do
assassino

Homens mortos - não contam estórias
Em Gangland - assassinatos a venda
Homens mortos - não contam estórias
Em Gangland - onde passaros engaiolados morrem

Olhe para a janela e veja dentro de você mesmo
Mas é apenas seu reflexo
mesmo que você tenha tremido
Por quanto tempo você pode se esconder?
Quanto tempo até eles chegarem?
Um rato em uma armadilha, mas você tem de sobreviver

Uma vez você estava feliz por estar livre algum tempo

O ar cheirava bem e o mundo era seu amigo
Depois veio o dia em que os tempos ruins começaram
Agora você está só, mas vivo por quanto tempo?

Uma faca em sua garganta, outro corpo na pilha
Um contrato para manter e é feito com um sorriso
Assassinato por vingança ou assassinato por lucro
Morte nas ruas ou uma cela escura

Em gangland você não conta histórias




8. Total Eclipse

(traduzindo)


9. Hallowed By The Name


Santificado Seja o Vosso Nome

Estou esperando em minha cela fria
quando o sino começa a tocar
Reflito sobre minha vida passada,
não tenho muito tempo
Pois às 5 em ponto eles me levarão para a forca
As areias do tempo para mim estão acabando

Quando o padre vem ler para mim os ritos finais
Eu dou uma olhada através das grades
para as últimas visões de um mundo
que foi muito errado para mim
Será que pode ter havido algum tipo de erro
Difícil controlar o terror que me vence
Será realmente o fim e não um sonho louco?

Alguém por favor me diga que eu estou sonhando
Não é tão fácil parar de gritar
Mas as palavras me escapam quando eu tento falar
Lágrimas rolam, mas porque estou chorando
Afinal eu não tenho medo de morrer
Não acredito que nunca há um fim?

Enquanto os guardas me conduzem ao pátio
Alguém grita de uma cela "Deus esteja com você"
Se existe um Deus porque ele me deixa morrer?

A medida que ando minha vida passa diante de meus
olhos
E quando penso que o fim se aproxima não me arrependo

Guarde minha alma, pois ela está prestes a voar

Escreva minhas palavras, acredite, minha alma ainda
vive
Por favor não se preocupe agora que eu fui
Eu fui ao além para ver a verdade
Quando você sabe que seu tempo está contado
talvez então você comece a entender
Que a vida aqui embaixo é apenas uma estranha ilusão
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
The Number Of The Beast
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» FENDER JAZZ BASS REISSUE 75 `SERIAL NUMBER / ALGUÉM PODE ME AJUDAR ?
» Serial Number Fender Jazz Bass Marcus Miller
» Que Squier é esse?
» ajuda,Fender MB5, uma boa aquisição?
» Lakland Darryl Jones está de volta!!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Infinite Dreams - Maior fórum brasileiro do Maiden :: - IRON MAIDEN :: - ESPECIAL :: - Traduções-
Ir para: